Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

"à espera de godot"

"... é uma coisa que não é, mas faz de conta que é para ver como seria se fosse."

"à espera de godot"

"... é uma coisa que não é, mas faz de conta que é para ver como seria se fosse."

18.Mar.07

em defesa da urgência de chaves

Chaves2007 107
Hospital Distrital de Chaves

 

No momento em que, como era de esperar, começam a surgir hospitais privados nas localidades em que o governo "socialista" de Sócrates fechou centros de saúde e urgências, não é demais estar alerta em defesa das Urgências do Hospital de Chaves.

Se os privados arriscam abrir serviços médicos em determinados locais não será por benemerência, que esse não é um atributo do capital, mas porque esperam lucros dessa actividade. E não haverá lucro se não houver clientes, pelo que fica provado, se tal fosse necessário que os serviços encerrados são necessários para a população.

O governo, no seu afã de fechar tudo que dá "despesa", numa lógica capitalista de custo/benefício, corre o risco de "fechar" o país, de o entregar aos banqueiros deste e doutros países, de privatizar o país. Com esta atitude oferece à direita, e ao capitalismo desenfreado, em apenas 2 anos, o que aqueles não conseguiram em décadas. Pode sentir-se orgulhoso da política de "mudança", para pior, que está a impor ao povo português.

Espero que em 2009 o povo não tenha a memória curta.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    carlossilva 21.03.2007 19:50

    Ao defender as urgências de Chaves, faço-o também em defesa do que é melhor para as populações que já são penalizadas pela interioridade dos locais em que vivem (apesar de algumas auto-estradas e IP's). Nessa medida estou também em luta pelas serviços de saúde de Mirandela, Vila Nova de Cerveira, Espinho, Mealhada e tantas outras...
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.