Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

"à espera de godot"

"... é uma coisa que não é, mas faz de conta que é para ver como seria se fosse."

"à espera de godot"

"... é uma coisa que não é, mas faz de conta que é para ver como seria se fosse."

20.Nov.09

PSD trava suspensão do actual regime de avaliação

carlossilva
"Deputados debateram ontem oito diplomas sobre avaliação dos professores e Estatuto da Carreira Docente. PSD acabou por ser o grande visado pelas críticas da restante oposição, por ter deixado cair a exigência de suspensão do actual modelo. Hoje, o PS vai viabilizar a proposta dos sociais-democratas. Já o PSD não dará o voto a favor ao CDS, BE e PCP. O PSD não vai viabilizar os diplomas dos restantes partidos da oposição que defendem a suspensão da avaliação dos (...)
05.Dez.08

absentismo

carlossilva
Suspensão da avaliação não foi aprovada por faltas dos deputados <input ... >13h33m Um projecto do CDS-PP que recomendava a suspensão e simplificação da avaliação dos professores poderia ter sido  aprovado no Parlamento, não fossem as ausências de deputados nas bancadas da oposição. Seis deputados do PS votaram ao lado do PSD, CDS-PP, PCP, BE e Verdes a favor do projecto do CDS-PP e uma deputada socialista absteve-se. Outros treze deputados do PS faltaram à (...)
09.Abr.08

avaliação "complex"

carlossilva
"Os professores que na sua primeira avaliação de desempenho obtenham uma classificação de Irregular ou Suficiente não vão sofrer automaticamente as penalizações previstas no Estatuto da Carreira Docente, ECD, nomeadamente a não contagem do tempo de serviço para efeitos de acesso e progressão na carreira. A medida foi anunciada ontem pela ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, na primeira de duas reuniões com os sindicatos sobre esta matéria. "Não é (...)
17.Mar.08

"resistências colectivas"

carlossilva
Muitos têm falado muito de Educação, em geral, e de Professores, em particular. Muitos são os que têm falado de Educação tendo dela uma visão superficial, antiquada, virtual, seguidista da política vigente. Muito têm falado muito sem, verdadeiramente saberem o mínimo do funcionamento das escolas e, por isso, se têm entregado aos comentários mais ridículos acerca do empenhamento, ou da sua falta, dos professores deste país. Muitos têm dirigidos aos docentes, em geral, um (...)
12.Mar.08

"luz ao fundo do túnel"

carlossilva
Pelas declarações de Mário Nogueira, da Fenprof , e de Jorge Pedreira, secretário de estado, no final da reunião entre ministério e sindicatos, parece-me que o "túnel" é muito longo e a "luz" demasiado ténue. Embora, ao nível do discurso ministerial, esteja a verificar-se alguma inflexão não creio que isso se traduza em alterações significativas na praxis ministerial. É evidente que a manifestação do cem mil atingiu o governo, mas este prepara-se (...)
11.Mar.08

nota mais ou menos

carlossilva
Os corações e as mentes   "Até sábado passado, a discussão sobre as reformas em curso na educação tinha, apesar de tudo um cariz técnico." (...) " A partir da manifestação de sábado, que pôs na rua cem mil professores que contestam a ministra, a equipa ministerial e as suas políticas, a discussão em torno das mesmas reformas tornou-se necessariamente política (...) Será possível impor reformas que devem ser executadas por uma dada classe, contra a (...)
11.Mar.08

nota menos

carlossilva
Encalhados   (...) "Não houve alteração política em Portugal que não sublinhasse o potencial e os perigos resultantes da dispersão regional e da extraordinária proximidade que os professores mantêm com a população. os professores sempre foram vistos como um extraordinário veículo de propaganda ou como perigosos agitadores: a República pô-los a oficiar cerimónias maçónicas, o Estado Novo controlou-os e perseguiu-os mais do que a quaisquer outros funcionários e a (...)