Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

"à espera de godot"

"... é uma coisa que não é, mas faz de conta que é para ver como seria se fosse."

"à espera de godot"

"... é uma coisa que não é, mas faz de conta que é para ver como seria se fosse."

13.Mar.08

nota mais (2)

carlossilva
A festa de Sócrates, os foguetes de Vitalino e o azul de Menezes   "Na manhã do dia em que 100 mil professores desfilaram em Lisboa, o porta-voz do Partido Socialista, Vitalino Canas, afirmou publicamente  que "o PS olhará com atenção para os sinais que vêm da manifestação". Parecia uma afirmação sensata . mas Vitalina avisava já que não haveria mudanças de rumo. Para quê, então olhar "os sinais"? Por simples deleite contemplativo? Anteontem ,, (...)
10.Mar.08

xeque ao "rei"

carlossilva
A Marcha da Indignação protagonizada pelos 100 000 professores em Lisboa, no passado dia 8 de Março, constitui um verdadeiro xeque-mate ao governo do eng . José Sócrates. O primeiro-ministro tinha duas hipóteses de jogada: a) Substituição da equipa ministerial da educação por outra com mais capacidade de diálogo e de ouvir os professores; b) Manutenção da equipa ministerial em exercício e defesa intransigente dos seus métodos autistas. Sócrates optou pela última. Mas (...)
08.Mar.08

o dia dos professores

carlossilva
Foram seguramente mais de 85 mil (fala-se até em 100 mil) os manifestantes que participaram hoje em Lisboa na Marcha da Indignação. Em causa estão as políticas educativas, a forma arrogante com que os responsáveis pela educação tratam os que deviam ser parceiros privilegiados: os professores, porque sem eles não há reforma que possa ser implementada. A ministra e os seus secretários, espera-se, terão percebido desta vez que os professores não devem ser menosprezados, muito (...)